sábado, 29 de outubro de 2011

Destruição e Tristeza








Querida(os)amigas e leitoras,hoje é um dia de muita tristeza pra mim!

Vou contar pra vocês o que aconteceu e o motivo da minha tristeza.

Eu tenho um sitio,que compramos a uns 12 anos atrás e quando compramos o sitio,ele era muito feio,
tinha uma casinha horrorosa que estava no tijolo,tudo meio que caindo aos pedaços,
pra vocês terem uma idéia do estado dela,quando abrimos a porta principal,
lá de dentro,saiu um bando de morcegos.


Tudo era escuro,caindo aos pedaços,muito sujo,enfim um horror.

O terreno também não estava muito melhor,resumia-se a muito mato ,
algumas bananeiras,umas pequenas árvores e nada mais.



Mas nós,conseguimos fechar os olhos e imaginar como tudo aquilo poderia ficar,
 conseguimos ver um enorme potencial naquele pedaço de terra.

Na época,éramos meio duros ainda e comprar aquele sitio,significaria um bom período
de cinto apertado e alguns sacrifícios em prol de termos aquele lugar pra onde ir nos
 fim-de-semana e feriados com nossos filhos, que na época ainda eram crianças,
com nossas familias e amigos.

Mas resolvemos encarar e levantar a grana pra tal façanha.
Pegamos um empréstimos com uma das irmãs do meu marido e fomos pagando aos poucos.
Fora o dinheiro pra pagar o sitio,precisávamos também de um outro tanto
 pra colocar toda aquele muquifo,no mínimo, em condições de podermos começar a frequentar.


A coisa era complicada,por exemplo,o que eles chamavam de banheiro
era um buraco escuro enfiado no fim de uma cozinha não menos escura,
com um fogão a lenha,totalmente tomado por fezes de morcegos.
Um nojo total !


Ah,mas nós nem ligamos,estavams cheios de alegria e esperança
em fazer daquele lugar o nosso paraiso particular.


Então partimos com tudo pra aquele enorme desafio,tornar tudo lindo,delicioso,um lugar pra ser feliz.

E posso dizer,com toda certeza,que o fomos!

O sitio fica em uma cidade chamada Sebollas,agora Inconfidência,isso mesmo,com "S" e dois " LL",não muito longe de Petrópolis,cidade onde moramos,mais ou menos a uns 50 minutos.


Sebollas está localizada no que eles chamam de "Estrada real ou Caminho do Ouro",porque era por ali,
que Tiradentes passava com a sua tropa,fazendo a segurança do ouro que vinha das Minas Gerais.


Hoje existe na cidade,um museu,onde é possível encontrar alguns uniformes que perteceram
a Tiradentes e também alguns restos mortais dele e sua amante.


Mas então,como eu ia dizendo,naquela região,mão de obra é coisa
complicada e material para tal,pior ainda.

Conseguimos um pedreiro que tinha uma pequena equipe,mas pra vocês terem idéia da qualidade de trabalho desse sujeito,durante as obras no sitio,ele teve a capacidade de
 colocar a janela da sala,de cabeça pra baixo e não percebeu,
só se deu conta,depois que chegamos e constatamos o fato.


Aí já viu,dinheiro curto e contadíssimo,a janela ficou assim mesmo,até hoje!

Bom,fizemos o melhor possível na casinha,com o dinheiro disponível
 e devo dizer,que ela ficou uma graça.


Coisa simples mesmo,mas fofa,bem do jeitinho que eu gosto.


Ganhei alguns móveis usados de outra cunhada e com um pouquinho de criatividade e
muita lixa na mão,consegui deixar com cara de rústico,meio usado,meio velhinho,
aquele tipo de milagre que a gente faz,sabe cumé né?!

Veio então a parte mais difícel,o jardim,se é que dava pra chamar aquilo de jardim.

Primeiro limpeza total,além de tirar o mato, muita quantidade mesmo,estava presente
por todos os lados ,ainda precisávamos de plantas,grama e tudo mais.

A terra naquela região,é muito ruim,pobre,isso devido a anos e anos
 de queimadas,por conta dos criadores de gado.Sabe como é né?!


Muito mais fácil tocar fogo,do que capinar,então o povo lá,
tinha o hábito horroroso de meter fogo em tudo.

Ainda hoje,mesmo com as leis ambientais e sendo considerado crime,
alguns proprietários de terra, utilizam-se de tal prática.

Então tudo que se plantava,ou morria ou levava anos pra crescer um tantinho de nada.


Tivemos que corrigir a terra,coisa meio complicada,principalmente pra quem não está com
 grana sobrando e sempre ter que levar tudo de que precisávamos,daqui pra lá.

Mas fomos fazendo devagar e aos poucos vendo aquela terra tão árida,
ir se transformando em um oásis.


Procuramos colocar plantas nativas da região,de forma que fóssemos recuperando
aquela área,em sua forma original.

Tudo isso,ao longo de 12 anos de muito trabalho e dedicação.


Pra nossa sorte,encontramos uma pessoa para trabalhar no sitio,que é daquelas
 pessoas que a gente costuma dizer que "tem o dedo verde" .
 Natanael,moço dedicado demais ao nosso cantinho.


Vocês precisam ver a tristeza dele ao chegarmos ontem ao sitio!

No sitio,fomos felizes,muitos amigos compartilharam conosco esses momentos,meus filhos
 divertíram-se muitíssimo e aproveitaram ao máximo,o finalzinho da infância,
pré-adolescêcia,começo de puberdade e vida adulta.





Várias festas de aniversário,foram comemoradas lá e os amigos
 não cansavam de aparecer e juntar-se as nossas farras.






Tivemos cavalo,coelho,patos,gansos e galinhas D'Angola com seus pintinhos correndo alegremente
 e soltos (porque não gosto de bicho preso) por todo jardim.


Assim fomos construindo nosso sitio,até que no ano passado,um vizinho decidiu que colocaria fogo
 no pasto dele pra fazer uma limpeza e sem ao menos se preocupar em fazer um aceiro,
uma espécie de vala,que você faz pra proteger áreas que você não quer
que o fogo atinja,tocou fogo em tudo.

Resultado : nosso sitio queimou,mas de cinquenta por cento.



Toda a mata que havia se formado ao longo dos anos,estava quase que totalmente destruída,a casa
 e o canil,só não queimaram junto,porque quando o fogo chegou ao gramado,parou.
Quase perdi meus cães também,pois eles estavam dormindo no canil ,no momento do
 incêndio e não havia ninguem lá,porque tudo foi feito no início da noite.
Olha até onde o fogo chegou !!!


Fizemos denúncia na delegacia da cidade de Paraibá do Sul e na época,até mandaram um sujeito
 pra fazer perícia no local,mas como tudo nesse pais,a coisa não deu em nada.

Ficamos tristes,mas voltamos a plantar tudo de novo e agora,depois de pouco mais
 de um ano,o verde já havia voltado e tudo estava  tão lindo.

Na última quinta-feira,recebi no final da tarde,o telefonema do meu jardineiro,ele estava
 desconsolado,pelo ocorrido e por ter que nos dar a notícia.

O sitio havia sofrido um vento fortíssimo,seguido por uma chuva de granizo,
nunca vista na região e isso havia destruído totalmente o nosso sitio.
A casa ficou com as paredes principais em pé,mas as duas varandas acabaram,o canil também
 ainda estava de pé e graças a Deus meu cão estava bem,apesar de muito assustado,
mas o resto acabou,nem uma plantinha ou árvore pra contar a história.

Antes:



Hoje :







Antes:


Hoje:





Todas as árvores,ficaram com as cascas assim,
como se tivessem sido atingidas por tiros.




Antes:


Hoje:


Antes:


Hoje:



Antes:


Hoje:


Tudo isso que vocês estão vendo e muito mais.

Isso aconteceu na quinta-feira,dia 28 de outubro,às 2:30 da tarde e
fui avisada em torno das 5 horas da tarde do mesmo dia.

No dia seguinte pela manhã,fomos ao sitio,constatar o ocorrido e verificar
os estragos,claro que sem poder imaginar o tamanho dos mesmos.

Quase 20 horas após a chuva de granizo,ainda haviam muitas pedrinhas de gelo inteiras,
segundo as pessoas da região e ao próprio Natan,tudo ficou coberto por gelo,como
 numa cena de pleno inverno europeu,gelo até a altura das canelas.




Inacreditável,não é mesmo?!

Resumindo a história,acabou tudo,não sobrou nada,absolutamente nada.
Muitos animais morreram,bois,ouriços,cobras,pássaros,enfim,uma tristeza só!!!

Antes:



Hoje:

Encontrei pessoas que me disseram que eu devia dar graças a Deus
 de não ter acontecido nada com ninguém.

Ok,concordo,entendo e agradeço à Deus por isso,mas a questão não é essa.

A verdade é que eu prefiria que a casa tivesse sido destruida,pois seria muito mais fácil
a reconstrução,mas o jardim,as plantas,ah,eu sei o quanto nos custou de
empenho braçal,mas principalmente emocional,construir tudo aquilo.

Tudo feito com tanto carinho e dedicação e de uma hora pra outra,tudo se acabou!

A vida é estranha,muito mesmo!

A menos de um ano atrás,éramos nós que estávamos trabalhando como voluntárias,ajudando
 as pessoas e os animais ,na tragédia das chuvas,ocorrida aqui na região serrana
( já falei sobre isso aqui e aqui) e agora,como uma peça do destino,
somos nós as vítimas do clima.

Estou muito triste,estamos todos e faço questão de viver a minha tristeza,sou assim e
 é assim que acredito que deve ser,viver o luto pra poder ultrapassar,
 continuar em frente e poder recomeçar ou continuar,sei lá.
Queridas(os),desculpem o post triste e o desabafo,mas tô passada na tristeza e
 queria dividir com vocês,até porque pretendo ficar uns dias sem postar,
recolhida,quietinha no meu canto.

Minha alma está em prantos e meu coração aos pedaços.

bjs à todas(os) com muito amor e carinho
Patricia


17 comentários:

Eloisa Floriano Fasulo disse...

Minha amiga,o que dizer numa hora dessas.Só posso lamentar e dizer que fiquei muito triste também.Seu cantinho estava mesmo lindo.
Sinta-se abraçada amiga e acalentada.
Fiquei até assustada ,deu na previsão do tempo que amanhã aqui pode ocorrer uma chuva de granizo forte.
Espero que não venha com esta intensidade.
Fica com Deus.
Um beijo grande.

casa de fifia disse...

bom dia patricia
querida fiquei com um nó na garganta ao ver toda essa destruição.
o seu sitio era mesmo um paraíso.
por aqui tem a cada ano no inverno chuvas de granizo o ano passado destruiu o meu carro ,que eu tinha deixado fora da garagem,e quando começou a chuva tentei colocar lo na garagem mas as pedras de gelo caiam com uma força tal que tive medo de me machucar e assisti da minha janela impotente a destruição do meu carrinho.
querida espero que essa dor passe logo, e que você encontre a força de recomeçar tudo de novo, eu sei que não é fácil ,mas você vai ver que conseguira fazer um jardim muito mais bonito.
do que foi destruído.
essa chuvas são conseqüências das ações das pessoas irresponsáveis que não tem o deviso cuidado com a natureza.
te abraço forte forte.

Cláudia disse...

Ainda estou muito abalada com tudo isso, jamais havia visto uma devastação assim, tão perto de mim.
Estou dando tempo ao tempo, esperando você absorver tudo isso.
Hoje, me emocionei muito, durante a missa, quando pedi ao bom Deus que trouxesse paz e tranquilidade ao seu coração, ao do Max e das crianças.
Receba o nosso abraço mais fraterno e o beijo da nossa família.
Unidas pela amizade e pelo amor.
Um beijo, querida amiga/irmã.

Telma Maciel disse...

Que triste, Patrícia... tudo realmente tão lindo e assim, em poucas horas pode ser destruído... eu AMO lugares como esse que vcs criaram! Aconchego, natureza, amor... eu sofri muito na época das duras queimadas aqui em Minas (meu marido trabalhou nelas) e tbm chorei ao ver um dos nossos cantinhos, uma reserva, destruída pelo fogo. Imagino o que vc está sentindo. Mas só imagino, pq ainda naõ coloquei a mão na terra para cuidá-la, para ter plantas, para fazer algo lindo assim.
Mas te digo que esse luto vai passar, a terra vai voltar a dar lindos frutos. Vcs vão reerguer esse lugar novamente! Se Deus quiser!
Um beijo

Tania disse...

Patricia, não posso nem falar da minha tristeza por tudo isso... mas sei também que a Natureza é sábia!
Tenho certeza que ela vai se refazer e voltar mais exuberante que antes.
Falo isso por conta da minha vivência junto a natureza... por mais que demore, sei que tudo vai se resolver!
Um abraço bemmm apertado, que é pra mandar embora a tristeza!
Beijos

Dri disse...

Querida....
É muito triste lamentável.
A forma que você colocou, mostrou seu carinho imenso e amor pela natureza.

É a natureza em grito de socorro. As estações do ano já estão em total desequilíbrio. Infelizmente temos que assistir e muitas vezes viver na carne os gritos da natureza.
Tenha certeza que Deus em sua infinita bondade abençoara ainda mais este seu recanto. Apesar de toda destruição deste solo irá florescer muitas arvores, muito verde para te alegrar e ser mais uma historia de superação e amor.
Acalma seu coração.
Estou contigo.

Beijo e um forte abraço.

LE ARTE disse...

amiga querida irmã e amiga, estou estarrecida com o que aconteceu, sei o quanto amava o seu sitio e o quanto lutaram para fazer dele o cantinho de voces, mas sei também da sua garra e que voce vai dar a volta por cima e aos poucos recuperar tudo novamente ...estou com meu coração em pedaços em pensar na sua tristeza mas como disse voce é forte e passado esse momento vai lutar novamente para por ordem no seu cantinho.

um grande beijo para voce e muita força para continuar seu trabalho lindo

Cris Ramos disse...

Olá minha querida amiga, nossa fiquei muito triste em saber, nossa qta destruição, meu coração chora junto com o seu.......
Amiga, o que tenho certeza é que a Natureza e perfeita, logo logo tudo volta a crescer e ficar verdinho novamente, nossas esperanças tb se renovam e as forças tb foltam para o recomeço, e tenho crteza que vc vai ver seu pequeno paraiso novamente lindo, e tudo no lugar , pode ter certeza.
Patricia minha querida amiga o que vc precisar e so escrever, e pode sempre contar comigo.
bjkas arteiras

O meu pensamento viaja disse...

Minha amiga venho expressar a minha solidariedade e manifestar a mais profunda tristeza perante o seu desgosto.
Espero que encontre força e motivação para restaurar e remediar a destruição.
Um abraço da Nina

Denia disse...

FOI ÓTIMO FALAR COM VOCÊ !! AGORA ESTOU MAIS TRANQUILA... FORÇA AI, E LEMBRE-SE TODO RECOMEÇO É SIGNIFICADO DE FÉ , E ESPERANÇA... NÃO PERCA ISTO !!! BJS

Καλλιόπη . . . disse...

Nossa Paty, meu coração também está em pedaços agora depois de ver isso!

Sinto tanto por tudo isso amiga... e sei como está se sentindo.

Se eu fosse religiosa eu diria "A natureza tirou, mas Deus te devolverá em dobro..."
Mas como eu não sou religiosa, eu te digo... "Não se desespera mulher, a vida é mesmo assim, um dia temos tudo, no outro, nos arrancam até a alma... mas viver é dar a volta por cima sempre, e se não der pra reconstruir segue em frente e valoriza as lembranças...

Estou aqui pro que precisar...

Um lindo dia!

Bjus
@OMundoDeCaliope

Art´s by Adri Lage disse...

Patricia querida, venho aqui expressar minha solidariedade diante da sua dor! Amiga querida... muita força,coragem e garra é o que eu lhe desejo.Fique certa de que compartilho de sua dor e tenho certeza de que a Natureza é sábia e já já suas plantinhas estarão verdinhas e floridas novamente. Conte sempre com meu apoio, carinho e amizade, bjos no seu coração... Adri Lage

Lora Pontes disse...

Patrícia, a minha família como a sua, sempre sonhou com um cantinho assim. E depois de muitos anos, meu pai aposentado, conseguimos comprar um pedacinho de chão ( não muito longe de você, em Guapimirim) e com muito sacrifício fomos colocando do nosso jeitinho.
e hoje moramos lá.
Estou contando isso, porque eu imagino a dor que vc deve estar sentindo. Porque acho que só quem cuida do seu cantinho verde com as próprias mãos é que sabe o quanto aquele pedacinho de terra é importante e especial.
Infelizmente, não vou dizer nada que ainda não tenha sido dito e muito menos que possa te consolar neste momento. Mas a natureza é muito sábia, e a mesma força destrutiva que ela tem, ela tem para se reerguer ainda mais bonita.
Tenha fé e paciência que seu cantinho voltará a ser tão bonito ou mais que antes.
Um beijo enorme.

Lora Pontes disse...

Patrícia, eu morava em Teresópolis, mas ano passado vim morar em Guapimirim, onde temos o sítio. Mas continuo trabalhando em Terê. Eu acho que ano passado passei por Sebollas a caminho de Paty de Alferes pela estrada antiga. Será q estou enganada?
Beijos

Maiby Martins disse...

nossa, que desolação!
tava td tão lindo, verdinho e florido.
já vi acontecer parecido na fazenda de papai e sei o qto vc deve estar sofrendo. aproveite seu luto para planejar as melhorias e torná-lo ainda mais bonito.
bejins, me bloga, me tuíta, me facebooka.

Fernanda Reali disse...

Acabei de deixar o comentário dizendo q nao sabia o que tinha acontecido. Agora soube e fiquei chocada. que horror.A agressividade do granizo realmente parece tiro. Muito triste.

Que bom que o cachorrinho se salvou.

Coragem! Só isso pra te reanimar: coragem.

beijooo

Tays Rocha disse...

Pati querida, eu tive uma semana tão difícil com a Mariana, não vi, nem a postagem automática aqui do blog no meu Twitter eu tinha visto, lendo agora tomei um baita susto, fiquei triste ;o(

Lembro de vc falando com carinho daqui, e fiquei chocada quando vi, sabia que granizo fazias estragos, mas não devastação assim...

Vi nos post seguintes que você já está amis calma e fico feliz, espero que tenha conseguido absorver isso tudo e esteja com teu coração mais em paz. Não desanime, não desista, força, coragem e vamos reconstruir isso tudo!

Se precisar de algo, de conversar, qualquer coisa, me chame, estou por aqui, prá vc, sempre!

Beijos e fique com Deus ♥